Newsletter - Página inicial      
  Sobre a Newsletter Fale Conosco
Página inicial Newsletter Virtual Editorial Dicas e Sabores Eles se Inspiraram... e Fomos Conferir Hospedagem em Campos
Dicas e Sabores
Dicas e Sabores
 
VEJA TODAS AS EDIÇÕES

Edição 34 - Veni , Vidi Vici
Edição 33
- Sabores da Fondue...
Edição 32
- The SHIP
Edição 30
- "Chá das cinco"?
Edição 29
- Holanda e sua gastronomia...
Edição 28
- São Paulo…São Paulo!
Edição 27
- Chic e simples
Edição 26 - Clássicos da Gastronomia
Edição 23
- Grata Surpresa
Edição 22 - Restaurantes em Hotéis
Edição 21 - Comfort Food
Edição 20 - Viagem de trem, um passeio gastronômico
Edição 19
- Recantos ou Boutiques Gastronômicas?
Edição 18 - O segredo da sopa de cebola
Edição 17 - Pequenas cidades… grandes histórias
Edição 16 - Nossas escolhas
Edição 14
- É tempo de Natal
Edição 13 - Cheval Blanc Um dos hotéis mais badalados e caros da Europa
Edição 12 - Danúbio… Desfrute este prazer!
Edição 11 - Le Fromage Gruyère
Edição 10
- As belezas da cidade de Gruyère
Edição 09 - Suíça... Terra do queijo e do chocolate!
Edição 08 - Hotel-Motel SHow em Chicago
Edição 07 - Visitando a Chiarlo Vinícola, em Asti, na Itália
Edição 06 - Receber "comme Il faut"
Edição 04 - Ovo
Edição 03 - Panelas - como escolher na hora da compra?
Edição 02 - Flor de Sal, iguaria sem igual
Edição 01 - Queijos

 
 
 

Suíça... Terra do queijo e do chocolate!
Edição 09 - Julho de 2010

Mundialmente conhecida pela qualidade de seus queijos e chocolates, a Suíça é um pedacinho do céu encravado no centro da Europa.

Nós, consumidores dos excelentes queijos suíços, fomos, em viagem recente, conhecer alguns lugares onde são produzidos, e claro, conferir o que de bom é preparado com eles.

Malas prontas, gasolina no carro e o indispensável GPS! Lá fomos nós rumo ao primeiro local escolhido: Affoltern in Emmental, terra do famoso queijo Emmental. Aliás, o nome Emmental vem justamente da região aonde são produzidos: o vale de Emme no Cantão de Berna.

De Appenzel, nosso ponto de partida até lá - aproximadamente três horas de viagem - vimos paisagens maravilhosas, cidades encantadoras e charmosas. Nossa preferida foi a cidade de Huttwil! A vontade era de ficar pelo menos alguns dias em cada lugar, mas o "dever" nos chamava, queríamos saber um pouco mais sobre este queijo, conhecido como o rei dos queijos e utilizado no preparo de nossos Fondues.

Enfim, lá estávamos. Iniciamos nossa visita pela cabana do pastor construída em 1741, onde nos tempos antigos eram preparados os queijos que até hoje são feitos com leite cru, isto é, que não sofreram nenhum tipo de pasteurização. Lá, panelas de ferro e fogão à lenha dão um toque peculiar ao local. Tivemos a companhia do responsável pela produção, que nos contou um pouco da história do preparo do queijo e sobre o local.

Em seguida, uma pausa para o almoço. Como entrada, uma Emmentaler Kartoffelsupe (sopa de batata com queijo Emmental), e na seqüência, um Rostiburguer (belíssimo hambúrguer acompanhado de batata rosti, queijo Emmental, tomate e molho). Maravilhosos pratos estes, que incluímos como sugestão do dia no nosso restaurante Davos Maison Suisse.

Depois fomos visitar as instalações de uma das queijarias, na qual tivemos oportunidade de conversar com os responsáveis pela produção diária de, aproximadamente, 400 queijos.

Descobrimos que são necessários 20 litros de leite cru para cada kilo de queijo produzido, e é o leite que confere ao queijo seu sabor aromático. Depois, os mesmos passam por um processo de maturação por, no mínimo, quatro meses antes de serem colocados no mercado, e dependendo do tempo de maturação, cada um recebe uma classificação: Classic (4 meses), Reserve (8 meses), Extra (12 meses) e assim por diante. Neste período é que o queijo ganha os famosos "olhos" e, para receber a sigla "AOC" (Appellation d'Origine Contrôlée) eles têm que ser aprovados no mínimo em 18 pontos dos 20 possíveis.

Apesar de uma mecanização e de melhores técnicas, os procedimentos são os mesmos de antigamente. Anualmente são distribuídos 30 mil toneladas deste queijo no mundo. Eles disputam com Gruyères - cidade aonde é fabricado o queijo que leva seu nome - o título do melhor queijo suíço, tanto que nas receitas de fondue de cada local, uma não utiliza o queijo da outra. Mas, isto é assunto para uma outra vez…

FOTOS

   
         
   
         
     
voltar ao topo
 
 
 
WEBZ - Comunicação Digital