Newsletter - Página inicial      
  Sobre a Newsletter Fale Conosco
Página inicial Newsletter Virtual Editorial Dicas e Sabores Eles se Inspiraram... e Fomos Conferir Hospedagem em Campos
Dicas e Sabores
Dicas e Sabores
 
VEJA TODAS AS EDIÇÕES

Edição 34 - Veni , Vidi Vici
Edição 33
- Sabores da Fondue...
Edição 32
- The SHIP
Edição 30
- "Chá das cinco"?
Edição 29
- Holanda e sua gastronomia...
Edição 28
- São Paulo…São Paulo!
Edição 27
- Chic e simples
Edição 26 - Clássicos da Gastronomia
Edição 23
- Grata Surpresa
Edição 22 - Restaurantes em Hotéis
Edição 21 - Comfort Food
Edição 20 - Viagem de trem, um passeio gastronômico
Edição 19
- Recantos ou Boutiques Gastronômicas?
Edição 18 - O segredo da sopa de cebola
Edição 17 - Pequenas cidades… grandes histórias
Edição 16 - Nossas escolhas
Edição 14
- É tempo de Natal
Edição 13 - Cheval Blanc Um dos hotéis mais badalados e caros da Europa
Edição 12 - Danúbio… Desfrute este prazer!
Edição 11 - Le Fromage Gruyère
Edição 10
- As belezas da cidade de Gruyère
Edição 09 - Suíça... Terra do queijo e do chocolate!
Edição 08 - Hotel-Motel SHow em Chicago
Edição 07 - Visitando a Chiarlo Vinícola, em Asti, na Itália
Edição 06 - Receber "comme Il faut"
Edição 04 - Ovo
Edição 03 - Panelas - como escolher na hora da compra?
Edição 02 - Flor de Sal, iguaria sem igual
Edição 01 - Queijos

 
 
 

Danúbio… Desfrute este prazer!
Edição 12 - Outubro de 2010

Quando decidimos publicar mensalmente o Newsletter Campos do Jordão, fomos escolhendo as colunas que o comporiam e, a mim, coube a coluna Dicas e Sabores. Posso dizer que com isso fui "premiada", pois para escrever os textos, viajo bastante, conheço novos lugares e tenho o privilégio de experimentar produtos e pratos saborosos, além de conhecer um pouco mais de como são feitos.
Em setembro, mais uma vez tive a felicidade de fazer uma visita extremamente prazerosa e interessante na fabrica da Danubio, em Cruzeiro, numa área de 10 mil metros quadrados. Data escolhida, convites efetuados e lá fomos nós!
Na chegada, o grupo composto por empresários de Campos do Jordão, Chefs de Cozinha e pessoas ligadas à área gastronômica, foi recebido por uma equipe extremamente atenciosa, que discorreu sobre a empresa e seus produtos, que, inclusive, tivemos a oportunidade de provar - alguns eram novidade para nós. Depois disso, lá fomos nós devidamente uniformizados – vejam a foto - visitar a fábrica e, para finalizar com chave de ouro, almoçar em um restaurante extremamente aprazível.

Durante esta visita ficamos sabendo que:

A Danubio é uma joint-venture entre dois grandes grupos: a ARLA FOODS e JBS.

A ARLA é a maior empresa de laticínios escandinava, e a oitava maior do mundo, sendo a maior produtora de laticínios orgânicos. O Grupo JBS é o maior grupo frigorífico do mundo, sendo o proprietário da marca VIGOR, conhecida do mercado brasileiro, e também, um dos maiores grupos lácteos do Brasil, com capacidade de produção de mais de 7.000 toneladas diárias, em 140 unidades fabris.

A Danubio, pioneira no exclusivo método de ultrafiltração, disponibiliza o único Queijo Frescal Ultrafiltrado do mercado, fabricado através da técnica de separar o leite em diversas partes, garantindo qualidade no produto final, além de evitar o contato manual no processo fabril do queijo. Devido ao exclusivo processo de ultrafiltração, a Danubio garante o único queijo Zero% de gordura do mercado. Através do mesmo processo, ainda e possível obter o Sour Cream, creme de leite fermentado naturalmente, produto amplamente utilizado na culinária sofisticada. Existe uma grande dificuldade para obtenção do Sour Cream para os chefs de cozinha pelo fato do produto não existir em abundância para distribuição no canal Food Service. A alternativa para os chefs é obtê-lo por meio de uma receita que engloba creme de leite e iogurte, tendo como produto final uma massa gordurosa, sem padrão de consistência e com sabor empobrecido.

Além dos já citados produtos, a Danubio produz requeijão cream cheese, queijo cremoso, sobremesa de queijos com frutas, creamcake e fondues. Não nos esquecendo que alguns destes produtos são produzidos na versão tradicional e light.
Na fábrica de Cruzeiro trabalham aproximadamente 125 empregados. Lá são processados 2 milhões de litro de leite anualmente, leite este avaliado na compra pelo percentual de gordura e proteína. Vale observar que pelas leis do Brasil o leite utilizado na fabricação dos queijos não pode ser cru, diferentemente da Europa.

FOTOS

     
voltar ao topo
 
 
 
WEBZ - Comunicação Digital