Newsletter - Página inicial      
  Sobre a Newsletter Fale Conosco
Página inicial Newsletter Virtual Editorial Dicas e Sabores Eles se Inspiraram... e Fomos Conferir Hospedagem em Campos
Dicas e Sabores
Dicas e Sabores
 
VEJA TODAS AS EDIÇÕES

Edição 34 - Veni , Vidi Vici
Edição 33
- Sabores da Fondue...
Edição 32
- The SHIP
Edição 30
- "Chá das cinco"?
Edição 29
- Holanda e sua gastronomia...
Edição 28
- São Paulo…São Paulo!
Edição 27
- Chic e simples
Edição 26 - Clássicos da Gastronomia
Edição 23
- Grata Surpresa
Edição 22 - Restaurantes em Hotéis
Edição 21 - Comfort Food
Edição 20 - Viagem de trem, um passeio gastronômico
Edição 19
- Recantos ou Boutiques Gastronômicas?
Edição 18 - O segredo da sopa de cebola
Edição 17 - Pequenas cidades… grandes histórias
Edição 16 - Nossas escolhas
Edição 14
- É tempo de Natal
Edição 13 - Cheval Blanc Um dos hotéis mais badalados e caros da Europa
Edição 12 - Danúbio… Desfrute este prazer!
Edição 11 - Le Fromage Gruyère
Edição 10
- As belezas da cidade de Gruyère
Edição 09 - Suíça... Terra do queijo e do chocolate!
Edição 08 - Hotel-Motel SHow em Chicago
Edição 07 - Visitando a Chiarlo Vinícola, em Asti, na Itália
Edição 06 - Receber "comme Il faut"
Edição 04 - Ovo
Edição 03 - Panelas - como escolher na hora da compra?
Edição 02 - Flor de Sal, iguaria sem igual
Edição 01 - Queijos

 
 

 

 

Sabores da Fondue...
Edição 33 - Julho de 2012

Em outros artigos, cheguei a relatar que a vida de restauranteur não é fácil; exige muitas viagens pelo mundo, ida a diversos tipos de restaurante, pesquisas em jornais, revistas, internet e o principal: degustar os pratos para sentir o que há de novidade, o que pode ser implantado, o que está "fora de moda"... Um exemplo deste esforço é a Fondue, prato muito procurado em Campos do Jordão, que já nos levou mundo afora só nas pesquisas; não apenas para saber qual melhor jeito de elaborá-la, mas também com quais louças e talheres servir, formas de servir, pequenos acompanhamentos. E embora não mudamos o que faz sucesso, sempre podemos acrescentar um algo a mais. E lá vamos nós, saber como aplicar tudo isso na gastronomia. A fondue (palavra feminina), como a maioria já sabe, é feita a partir da fusão de queijo (normalmente 2 tipos) acrescido de vinho branco, kirsch (destilado de cereja - "a alma da Fondue") especiarias (pimenta, páprica, noz moscada) e um toque de alho. A quantidade, qualidade e a combinação dos ingredientes utilizados para a preparação, dá uma receita exclusiva para cada preparo. Uns preferem uma fondue mais salgada, alguns mais suaves, outros já preferem engrossar o prato com amido (o que não aconselho, pois fica mais pesada); enfim, existem opções para todos os gostos inclusive para as preparações semiprontas encontradas em supermercados. Além disso, existem pessoas que gostam de acrescentar ovo cru, quando a Fondue está no final e mexer bem acrescentando especiarias. Em busca de aprimorar nossa fondue já fomos à procura do prato nas montanhas! Um dos lugares foi em Saint Moritz, estação de ski badalada da Suíça, onde os esquiadores restauram as energias gastas durante o dia.

Em Gruyère e Ementhal - interior da Suíça, degustando fondues preparadas com 50% do queijo local e os outros 50% com o queijo Vacherin Fribourgeois, originário do cantão de Friburgo, que possui um excepcional sabor. Um fato interessante é que em nenhuma das cidades eles preparam o prato com o queijo de outro lugar, pelo menos não assumem isso. Independente desta rixa, as fondues são extremamente saborosas. Em Linthal - Cantão de Glarus- no Alexander´s Tödiblick Restaurant, provei uma saborosíssima fondue de tomate e inspirada nela, desenvolvemos a "nossa receita" que foi o prato da Boa Lembrança do Ludwig Restaurant de 2010 e está no cardápio até hoje. Do Canadá - Mont Tremblant e Montreal - trouxemos a utilização das salsichas brancas para acompanhar a fondue de queijo do Davos Maison Suisse. De Appenzel, vieram os primeiros garfinhos de 3 pontas para a Fondue de Queijo; em Davos experimentamos a fondue Chinoise que lá, tem uma particularidade: quando o cliente termina de comer, os garçons acrescentam ao caldo, onde a carne foi cozida, um cherry; e as pessoas tomam aquele caldo como sopa! No entanto, reconheço que a Fondue que mais nos surpreendeu, foi um sequencial que experimentamos no Geja's Café em Chicago. Aberto desde 1965 numa casa discreta, onde a reserva com antecedência é fundamental, fomos atendidos por uma garçonete extremamente eficiente que nos apresentou a delicia, finalizado com uma Fondue de Chocolate acompanhada de Marsmallow, ingrediente, que também foi incorporado ao nosso cardápio! Enfim opções não faltam para se provar uma boa fondue. Portanto, anime-se e prepare à sua receita, afinal, a Fondue é mais que um prato, é um verdadeiro ritual! Ah, e não esqueça que o vinho é parte inseparável desta liturgia.


 

FOTOS:

 
         
   
         
         
         
       
voltar ao topo
 
 
 
WEBZ - Comunicação Digital