Newsletter - Página inicial      
  Sobre a Newsletter Fale Conosco
Página inicial Newsletter Virtual Editorial Dicas e Sabores Eles se Inspiraram... e Fomos Conferir Hospedagem em Campos
Editorial
Editorial
 
VEJA TODAS AS EDIÇÕES

Edição 36 - Nei Roberto, quem o conhece jamais esquece
Edição 35 - Boa comida, é possível encontrar!
Edição 34
- Doutor, vamos aumentar o capital em 0,5%?
Edição 33
- A luta é grande, mas o resultado compensa!
Edição 32
- Como diria o Prof. Sidrack de Holanda: CQD
Edição 31
- FAMTRIP Luxo - Campos do Jordão
Edição 30
- Reconquistar é mais difícil do que conquistar!
Edição 29
- O encanto do reencontro
Edição 28 - Sempre nos mesmos lugares e sempre revendo amigos
Edição 27
- Só em Nova York
Edição 26
- 15 Anos
Edição 24
- Mac que beleza!!!
Edição 23
- A Suíça precisa ser visitada
Edição 22 - Viajando com Caymmi e seu violão
Edição 21 - Vasco da Gama um eterno campeão
Edição 20 - Um profissional de antigamente
Edição 19 - Visita ao cardiologista
Edição 18 - O admirável mundo da filatelia!
Edição 17 - A vida de restauranteur não é fácil!
Edição 16 - Nova York é maior do que a inesquecível interpretação de Frank Sinatra
Edição 15
- Trabalhar com comida é coisa séria!
Edição 14 - Disposição não tem idade!
Edição 13 - Viajar sempre, nem que seja de Campos do Jordão até Taubaté!
Edição 12 - Reconhecimento bem-vindo
Edição 11 - Não possuímos microondas
Edição 10
- Parece fácil, e pode ser facil!
Edição 09 - As pedras se encontram
Edição 08 - 4, 6, 8, 12! …56?
Edição 07 - Aprendizado em Marketing nunca tem fim
Edição 06 - Pinçando algo, num mês farto...
Edição 05 - Ari, bom amigo e irmão camarada!!
Edição 04 - Obsessão por qualidade , numa cidade que precisa oferecer qualidade
Edição 03 - Ousar é preciso
Edição 02 - Novos e amplos horizontes
Edição 01 - Bons ventos

 
 
Ari Lopes e Fausto Magalhães, grandes amigos em todos os momentos
 

Ari, bom amigo e irmão camarada!!
Edição 05 - Março de 2010

Incorreto falar de restaurantes em Campos do Jordão sem mencionar o inesquecivel e sempre lembrado Ari Lopes e seu Café Spaghetti Maggiore. Língua ferina, humor britânico, leal e sincero com os amigos e uma pessoa incapaz de deixar de falar a tempo e na hora o que estava pensando. Corinthiano fanático, como ele mesmo afirmava, era seu grande defeito.

Tive o privilégio de conviver por muitos anos (pena que sua passagem por aqui tenha sido tão curta) e empreender eventos conjuntos e ainda viagens internacionais com Ari Lopes. Foram momentos inesquecíveis que hoje apenas a lembrança partilhada com amigos e com sua ex esposa podem ser recordados.

Final de fevereiro e Marisa Molina Lopes (a mencionada ex-esposa) e sua irmã Marilda Molina prestaram uma justa lembrança aos dois: Café Spaghetti Maggiore e Ari Lopes servindo pratos tradicionais, usando a mesma decoração e expondo objetos e apresentando músicas daquele estabelecimento, tudo isso nas instalações acolhedoras do Matterhorn. Pena que o inconfundivel óculos de aro vermelho não estivesse exposto.

Agradeço às irmãs Molina a oportunidade de recordarmos juntos quem foi Ari Lopes. Que o Senhor o guarde.

Fausto de Moura Magalhães
fausto@grupomouramagalhaes.com.br

FOTOS

     
voltar ao topo
 
 
 
WEBZ - Comunicação Digital